Zandoná questiona suposta falta de “soro antiescorpiônico” no Pronto-Socorro

A Bigorna 07/01/2019 01:20:00 1594 visualizações
# legenda: Saúde Pública

O vereador do PSC, Flávio Zandoná depois de ter tido uma notícia de uma avareense que questionou a falta de ‘soro antiescorpiônico’ no Pronto-Socorro de Avaré fez um desabafo na rede social.

Segundo a avareense, seu filho foi vítima de uma picada de escorpião e levado ao Pronto-Socorro, onde teria sido informada de que não havia o soro para seu filho.

O Jornal A Bigorna entrou em contato coma mãe C. M, a qual informou que em Arandu não foi aplicado o soro, apenas sendo ministrado dexametasona.

Em Avaré foi informada que no Pronto-Socorro não haveria o soro para seu filho. Ela com seu marido levaram a crianças de 3 anos até a cidade de Botucatu, onde foi atendido, medicado e ficado em observação.

“Só não quero que outros pais e mães passem por isso, é uma situação horrível ”-declarou a mãe.

O Jornal A Bigorna tentou contato com a Secretaria de Comunicação, mas o celular do secretário estava desligado e, com isso não pôde obter uma informação oficial da prefeitura.

Para Zandoná a questão é grave, pois segundo o parlamentar já existem inúmeras reclamações de famílias que estão se deparando com escorpiões.

Ainda segundo o vereador ele deverá enviar pedidos de explicação junto a Secretaria de Saúde, que há tempos vem sendo criticada por grande parte da população.

“Isso é questão de saúde pública, não se pode brincar com vidas. Quando criticamos, algumas vezes que o sistema de saúde de Avaré não vai bem, sommo rechaçados. Lamentável.”- frisou o vereador do PSC.

Contato:

WhatsApp (14) 9.9705-7070
Fone: (14) 9.9705-7070
Email: contato@abigorna.com.br