Uma cidade “sem alma”

A Bigorna 13/11/2017 22:19:00 483 visualizações
# legenda: Artigo

Por Assis Châteaubriant- O negativismo da mídia é uma forma de falsear a verdade. A vida, como os quadros, é composta de luzes e sombras. Precisamos denunciar com responsabilidade. Mas devemos, ao mesmo tempo, mostrar o lado positivo da vida.

Precisamos, ademais, valorizar editorialmente inúmeras iniciativas que tentam construir avenidas ou vielas de paz nas cidades sem alma. É preciso investir numa agenda positiva.

Não é o caso de Avaré, onde o Executivo trava uma ‘guerra’ contra o Legislativo. Não se tratam como adversários políticos, mas sim como inimigos mortais.

Quem perde é a cidade e a população. Um mero assessor guerrear e utilizar do cargo para jogar mais gasolina no fogo é péssimo para o prefeito atual, que, pelo que noto, não fez nada ainda que possa alavancar o município.

Assumiu como estava e vai levando do mesmo jeito, senão para pior. Os salários dos funcionários municipais não foram reajustados conforme manda lei, e, para piorar ainda mais sua situação, está sendo investigado pelo Ministério Público sobre os cargos em comissão de sua administração, além de estar na mira de uma CPI que investiga os gastos da Fampop – pobre Fampop.

A situação da Saúde Pública continua patinando e o povo sofrendo como sempre. Quem elegeu o atual prefeito e também quem não elegeu, tem a obrigação de cobrar mais de uma administração que, até o momento é francamente fraca.

Com pouco mais de 3 anos pela frente, o senhor prefeito precisa agir como falava Maquiavel: ser um leão para lidar com as batalhas diárias e gerir bem a cidade, e ser uma raposa para fugir das armadilhas, que, em geral, e, inadvertidamente, ocorrem com mais frequência do que um governante espera.

Outro ponto que o senhor prefeito deveria se atentar é que quem escolhe seus assessores é ele mesmo, e quem paga pelos erros de seus aliados também é ele, ou seja, o bom administrador se cerca de pessoas capazes que possam ajudar, e não o contrário, afinal, não se governa sozinho.

Avaré, neste momento, politicamente é uma cidade sem “alma”.

Chatô é escritor.

 

 

Contato:

WhatsApp (14) 9.9705-7070
Fone: (14) 9.9705-7070
Email: contato@abigorna.com.br